MÚSICOS

GLÁUCIA MACIEL

Iniciou seu estudo na música aos 14 anos no Centro Cultural da Light projeto que se localizava próximo a casa da mesma no Morro da Providência. Quando decidiu tocar um instrumento o projeto só ofertava violino que era o seu grande sonho, ao pedir para participar do projeto a maestrina negou a sua entrada por conta da sua idade, já que o projeto era para crianças pequenas. Em lagrimas a mesma insistiu e a maestrina autorizou que ela e suas amigas participassem. Após um tempo o projeto acabou por falta de patrocínio, mas a jovem continuou com a ajuda do seu professor. Atualmente estuda licenciatura na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). É através da Orquestra de Rua que ela resiste em atitudes trabalhando a democratização musical, dando aula as crianças do Morro da Providência e mantendo seus estudos com dinheiro que recebem passando o chapéu na rua e no metrô do Rio de Janeiro.

JÉSSICA D’ORNELLAS

Iniciou seu estudo na música no projeto social Ação Social Pela Música que se localiza próximo ao Morro dos Macacos onde a mesma reside. Sua tia a matriculou e na época a obrigou frequentar as aulas. Ela entrou querendo tocar violão, mas não tinha aulas desse instrumento. A partir disso, lhe apresentaram os instrumentos: violino, viola, violoncelo. A mesma optou pela viola, instrumento mais grave que o violino e menor que o violoncelo. Inicialmente ela não gostava, mas ao passar do tempo ela se apaixonou e é com o que leva a vida. Atualmente é estudante de bacharelado em viola na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). É através da Orquestra de Rua que a Jéssica mantém seus estudos e o seu instrumento com muita resistência na sua carreira apesar das adversidades e passando essa força para as crianças que a mesma é professora no Morro da Providência.

JULIANE SOUZA

Iniciou seu estudo na música no Centro Cultural do Cartola onde a mesma mora no Morro da Mangueira. Foi paixão à primeira vista, Juliane que já tinha escutado histórias de seu falecido avô que tocava violino. Sua mãe que já sabia dessa história ao ver essa oportunidade matriculou rápido a menina que em pouco tempo demonstrou muito jeito para o estudo do instrumento. Ao passar do tempo seu projeto acabou por ausência de patrocínio, mas isso não a fez desistir logo migrou para o projeto do Centro Cultural da Light para dar continuidade ao seu estudo. Atualmente é estudante de licenciatura da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). É através da Orquestra de Rua que a Juliane demonstra sua resistência as gerações futuras, já que a jovem é professora no Morro da Providência, visto que, é a forma que a mesma encontrou de manter seus estudos e fazer um trabalho social.

LUCAS FREITAS

Iniciou seus estudos na música aos 14 anos no projeto social Ação Social Pela Música próximo ao Morro do Macacos onde o mesmo reside. Começou inicialmente seus estudos no seu atual instrumento o violoncelo, instrumento pelo qual se encantou desde a primeira vez que viu, pelo seu som e tamanho. Atualmente estuda licenciatura na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). É através da Orquestra de Rua que Lucas ajuda nas contas de casa e mantém seus estudos, além de se realizar dando aula as crianças do Morro da Providência e tocando na rua.

 

©2020 por Orquestra de Rua RJ. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now